ELLA FITZGERALD AND LOUIS ARMSTRONG: ELLA AND LOUIS

por N8 Prods postado

Como muitos discos, Ella and Louis, me ganhou pela capa. Achei que a fotografia de Phil Stern, retrata uma inocência singular ao ter os dois artistas sentados lado a lado feito crianças, já que Ella Fitzgerald estava com quase 50 e Louis Armstrong com quase 60 anos. Sabia que Ella foi uma cantora consagrada e Louis, o cara do clássico "What a wonderful world". Nada mais.

Ouvi esse disco pela primeira vez, em 2005, quando voltei a morar em São Paulo, trabalhando para uma empresa que tinha entre os benefícios, um apartamento mobiliado ao lado da loja que gerenciaria. Pensei, vai ser bem legal morar no centrão de São Paulo. Legal, né!? Eu só não sabia que a portaria do prédio ficava de frente com a Rua dos Gusmões, um dos pontos mais agitados da Cracolândia na época. Da janela da sala, se via quase toda a rua e como uma rua "normal" de comércio durante o dia se transformava no apocalipse zumbi à noite.

Estava um quarteirão da Praça do Arouche, reduto LGBT, a uns quatro ou cinco do famoso cruzamento da Ipiranga com São João. Quando voltava de algum rolê pela cidade, desembarcava na Praça da República e podia passar na frente do Bar Brahma, pela igreja do R.R.Soares ou por pontos de prostituição, cinemas e teatros com shows de sexo ao vivo, entre outras bizarrices. Chegava ao apê e não abria a janela. Por opção, não assistia televisão e minha biblioteca não era muito extensa. Então, mergulhava em rádios e discos para distrair a mente e esse foi o disco que me ajudava a diminuir o ritmo e dormir. Hoje ele me ajuda a organizar as ideias.

Quando ouvi o disco, senti a inocência e singeleza na letras bem escritas, por alguns gênios das composições musicais do teatro e cinema norte-americanos, como os irmãos Gershwin, entre outros. Algumas músicas soam melancólicas, mas isso não é ruim. Elas retratam desde a bem-querência entre apaixonados até desventuras amorosas de um jeito inexistente na atualidade. Tanto na forma, como leveza com que tais temas são tratados. Um ótimo antídoto contra o apocalipse zumbi após um dia de trabalho.

Organizei a mudança para um condomínio à beira da linha vermelha do Metrô, estação Bresser-Mooca. Tudo melhorou, porém a bizarrice seguia. Na rua em frente ao condomínio passava um bonde, saca!? Aquele meio de transporte coletivo dos antigamente? Pois é...Além disso, no condomínio, a quadra, a área de lazer e a churrasqueira ficavam embaixo da linha do Metrô. O apê ficava no 17º andar, mesmo assim, o Metrô parecia passar dentro do quarto. Sim, é isso mesmo. De um lado o passado e de outro o presente.

Escutava de um tudo, mas contra o apocalipse zumbi, o bonde ou o Metrô, Ella and Louis é quase terapêutico, saca? Colocava esse disco e me jogava aos braços de Morfeu, deus alado dos sonhos noturnos, filho de Hipnos, deus do Sono e de Nix, a deusa da Noite. Entende por que esse disco me ajudava a diminuir o ritmo e hoje me ajuda a organizar as ideias?

O disco é de 1956 e muitas músicas são regravações. Já os arranjos são do maestro e condutor, Buddy Bregman e acompanhamento ficam a cargo de Oscar Peterson Quartet, formado por Ray Brown - baixo, Herb Ellis - guitarra, Oscar Peterson - piano e Buddy Rich - bateria.



Dê o play, macaco!
Download | Discogs

1 - Can't We Be Friends? (3:48)
2 - Isn't This A Lovely Day? (6:17)
3 - Moonlight In Vermont (3:43)
4 - They Can't Take That Away From (4:40)
5 - Under A Blanket Of Blue (4:19)
6 - Tenderly (5:09)
7 - A Foggy Day (4:33)
8 - Stars Fell On Alabama (3:34)
9 - Cheek To Cheek (5:54)
10 - The Nearness Of You (5:43)
11- April In Paris (6:32)

Antonio Carlos Nicolau, 44, é produtor cultural. Suas primeiras impressões musicais estão entre 1980 e 1984 por meio de especiais de TV para crianças (A arca de Noé I e II, Pirlimpimpim, Pluct Plact Zuum). Em 1985, assistiu, também pela TV, o Rock in Rio e logo teve o primeiro LP do Iron Maiden em suas mãos. Desde então vem de sentidos abertos a quase tudo e todos.

1 comentários:

 
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES POR EMAIL!

Inscreva seu email para receber nossas atualizações. Garantimos bom conteúdo e nenhum spam!

QUERO FAZER PARTE DO TIME!
Você escreve e quer publicar aqui suas resenhas sobre música? Faça parte do nosso time de colaboradores! Clique aqui para entrar em contato.
ENCONTROU ALGUM LINK QUEBRADO?
Clique aqui para nos informar sobre links quebrados ou qualquer erro ocorrido. Agradecemos e tentaremos corrigí-los o quanto antes.

FACEBOOK

Fique sempre atualizado

Queremos te manter informado! Inscreva aqui seu email e passe a receber automaticamente as nossas atualizações e novidades em sua caixa de entrada!