MC RALPH: OS AFRO-RAPS

por Johnny Wazagoo em

Engraçado seria ver um material de baixo custo, feito sem tantas ajudas comerciais, produzido principalmente com amor, talento e boa vontade, alcançar um resultado de altíssimo nível. Isso acontece em todos os braços da arte. Na música, ao meu ver, a mais elaborada expressão artística, não é diferente! Esta prova equipara tudo que é produzido com 'as própria mãos', de maneira independente, nobre por isso, àquele que é fabricado em série, feito somente para alimentar a demanda superficial que ele mesmo ajudou a criar. É quando o tal ideal do 'financiar o que vende' se vê assombrado por algo primoroso saído do gueto, sem muitas verbas mas com muitos esforços. Um artista do sub-mundo, neste caso chamado Mc Ralph, até então desconhecido, atinge um resultado de alto escalão, sequer vislumbrado por aquele 'melhor investidor'. Aqui estamos falando de rap nacional, daqueles que arranca o chapéu dos mais intocáveis magnatas. A música tem esse poder, elenca os melhores ponderando apenas o realmente necessário. Nossos ouvidos, aos prantos, agradecem!

Lançado em 2011, "Os Afro-Raps", vai muito além da preocupação mercadológica. Estamos lidando com um trabalho de pretensões extra-musicais. Pegando como referência o saudoso álbum, lançado em 1966, "Os Afro-Sambas" de Baden Powell e o boêmio mais interessante da terra chamado Vinícius de Moraes. O disco tido como parâmetro já tem prestígio e inegável respeito de todos. Isso não vem ao caso, mas e o tal do "Os Afro-Raps"? Antes de mais nada, posso afirmar que qualquer comparação deve resguardar seu próprio contexto, mas a proposta do taubateense Mc Ralph é esplêndido. Com bases, samples, grooves e batucadas da velha-guarda, Ralph rima forte, bate forte na peteca sem sequer deixar descer o nível. Mensagens vibrantes, mensagens cabreiras em todos os sentidos. Um disco pra ouvir com toda sua atenção. Com participações de Emicida, Kene Konaman e Mr.Jordan, o disco representa muito bem esta mistura arriscada do 'rap de terreiro'.

A distribuição de tal material se faz de forma alternativa, coletiva - de camelô às bancas do Fora Do Eixo. Tive o contato através de um cd, vendido a preço popular, com capa simples de papel e com carimbo "Os Afro-Raps" diretamente no CD, e só. Onde mora a intenção da música ou de quem a faz? Mora no intuito honesto de propagar um pensamento, sobre versos e rimas - queira comprar ou não! Abramos ou olhos então para esta nova leva de material ou produto cultural de conteúdo grandioso e rótulos não comerciais. Valorize esta pepita rara extraída por singela picareta. Ouça profundamente e seja tocado com o poderio dos Afro-Raps. Salve Mc Ralph e companhia... Saravá!


Dê o play, macaco!
"[2011] Os Afro-Raps"
link alternativo (4Shared)

1. Mc Ralph - Agô (1:00)
2. Mc Ralph - Filhos De Ogum (3:30)
3. Mc Ralph - Okê Arô (3:03)
4. Mc Ralph - Canto Da Cabocla Jurema (3:10)
5. Mc Ralph - Dona Janaína (3:39)
6. Mc Ralph - Quem Foi (2:42)
7. Mc Ralph - Rei Salomão (2:19)
8. Mc Ralph - Santa Bárbara (3:21)
9. Mc Ralph - Atotô (1:24)
10. Mc Ralph - Pacha Mama (3:27)
11. Mc Ralph - Senhora Aparecida (3:53)
12. Mc Ralph - Re-Crianças (3:50)
13. Mc Ralph - Canto Do Caboclo Boiadeiro (1:34)
14. Mc Ralph - Oxalá (2:45)
15. Mc Ralph - Adeus Meu Povo (4:51)


 
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES POR EMAIL!

Inscreva seu email para receber nossas atualizações. Garantimos bom conteúdo e nenhum spam!

QUERO FAZER PARTE DO TIME!
Você escreve e quer publicar aqui suas resenhas sobre música? Faça parte do nosso time de colaboradores! Clique aqui para entrar em contato.
ENCONTROU ALGUM LINK QUEBRADO?
Clique aqui para nos informar sobre links quebrados ou qualquer erro ocorrido. Agradecemos e tentaremos corrigí-los o quanto antes.

FACEBOOK

Fique sempre atualizado

Queremos te manter informado! Inscreva aqui seu email e passe a receber automaticamente as nossas atualizações e novidades em sua caixa de entrada!