JACKSON CONTI: SUJINHO

por Johnny Wazagoo em

O

lha o Jackson Conti aí, gente! Não? Não conhece, nem nunca ouviu falar? Creio que com este apelido não mesmo. Porém, o nome Jackson Conti nada mais é que a mistura entre Otis 'Jackson' Junior e Ivan Mamão 'Conti'. Ainda não se ligou de quem se trata? O primeiro é Madlib, produtor workaholic americano que talvez possa se gabar por ter a maior quantidade de produções que carregam seu nome nos créditos. Madlib usa seu senso musical e técnico ao expressar-se a partir de inúmeros disfarces, assumindo o alter-ego de MF Doom, Madvillain, Yesterday New Quintet, Quasimoto e do próprio Jackson Conti. A segunda peça-base deste projeto é Ivan Mamão Conti, baterista da multifacetada banda brasileira Azymuth!

A interação entre Jackson e Conti não se limita ao nome do projeto. O improviso, num primeiro momento individual, é o lema por aqui. Cada um com seus apuros técnicos, vagando sobre as rarefeitas possibilidades da música brasileira. Madlib sempre foi fanático pelas nuances da música tupiniquim. Podemos ver seu deleite ao lidar com nossa música no indispensável documentário "Brasilintime", no qual Madlib encontra, além de Mamão, grandes nomes como Wilson Das Neves, João 'Comanche' Parahyba, Wilson das Neves acompanhado das lendas das baquetas americanas Derf Reklaw, Paul Humphrey e James Gadson. Munido de um feeling fiel de como tratar a música, Madlib entrega a esquete rítmica nas mãos de Mamão de forma totalmente livre. Agora, com a chave do sucesso, Mamão mostra sua cara. Deixa qualquer beat-maker com o queixo no chinelo. Furiosos grooves com o pezinho no samba, mas sempre impressos num folhetim inovador e diferenciado. Assim, em meio ao caos criativo das duas personalidades de Jackson Conti, que mora a beleza de seu trabalho.

Algumas releituras foram alçadas como todo o brio necessário, como "Upa, Neguinho", de Edu Lobo; "Berimbau", de Baden e Vinícius; e "Xibaba", de Airto Moreira. Por outrora, faixas fora de costumes comerciais também foram incluídas, como a estendida "Papaya", a funkeada "Waiting On The Corner" e a progressiva "Segura Esta Onda". Destaque igualmente para "São Paulo Nights" e "Praça da República". Um trabalho que arranca o chapéu dos desavisados e proporciona momentos de euforia e resolutas indagações sonoras!



Dê o play, macaco!
Download | Discogs

1. Jackson Conti - Mamaoism (0:32)
2. Jackson Conti - Barumba (3:47)
3. Jackson Conti - Anna De Amsterdam Interlude (0:18)
4. Jackson Conti - Praca Da Republica (4:02)
5. Jackson Conti - Papaya (10:03)
6. Jackson Conti - Brasilian Sugar (6:27)
7. Jackson Conti - Sao Paulo Nights (4:21)
8. Jackson Conti - Xibaba (4:51)
9. Jackson Conti - Upa Neguinho (feat. Thalma de Freitas) (4:14)
10. Jackson Conti - Casa Forte (3:51)
11. Jackson Conti - Amazon Scroll (4:30)
12. Jackson Conti - Berimbau (5:15)
13. Jackson Conti - Anna De Amsterdam Reprise (0:27)
14. Jackson Conti - Waiting On The Corner (5:01)
15. Jackson Conti - Tijuca Man (2:38)
16. Jackson Conti - Nao Tem Nada Nao (3:36)
17. Jackson Conti - Sunset At Sujinho (1:55)
18. Jackson Conti - Segura Esta Onda (7:01)

 
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES POR EMAIL!

Inscreva seu email para receber nossas atualizações. Garantimos bom conteúdo e nenhum spam!

QUERO FAZER PARTE DO TIME!
Você escreve e quer publicar aqui suas resenhas sobre música? Faça parte do nosso time de colaboradores! Clique aqui para entrar em contato.
ENCONTROU ALGUM LINK QUEBRADO?
Clique aqui para nos informar sobre links quebrados ou qualquer erro ocorrido. Agradecemos e tentaremos corrigí-los o quanto antes.

FACEBOOK

Fique sempre atualizado

Queremos te manter informado! Inscreva aqui seu email e passe a receber automaticamente as nossas atualizações e novidades em sua caixa de entrada!