DUBBEN: DISCOGRAFIA

por Johnny Wazagoo postado

Wilson Simonal, grande inspiração de Dubben. "Kollektoren Dub" homenageia o brasileiro.

Q

ue tal pegar sambas de duvidável potencial e os deixar expostos à radioativa animação jamaicana? Deixar temas de Wilson Simonal, Jorge Ben, Originais do Samba e Djavan prontos para comandar o mais enjoado soundsystem. “Como ninguém pensou nisso antes?”. Após o play, esta é a frase que logo vem à mente. Na verdade, alguém já pensou, e esse alguém pensou em tudo isso bem longe do Brasil. Dubben é o nome dele! Projeto com sangue latino, extraditado diretamente da Suécia. Dez mil quilômetros separavam Dubben da terra do samba. Distância bruscamente amortecida através de sua paixão pela "música popular brasileira" - principalmente samba-rock, afoxé e funk. Nesta aproximação, o lucro ficou puramente com a música brasileira - pra deleite da gente com o samba no pé. Dubben é especialista em remixes e mashu-ups. E, sinsteticamente falando, toda sua obra é merecedora dos mais atentos olhares. Pouco material pode ser encontrado por aí - tanto que não pude encontrar uma mísera foto do caboclo. Seus discos hoje são obscuras raridades, alvo de curiosos garimpeiros. Como já dizia um grande brother: “Quebradeira na íntegra!”.

O primeiro EP, de 2004, chamado "Rainha do Dub", foi lançado pela gravadora underground G.A.M.M Records. Contém a versão da música “Nereci” do semi-rasta Djavan. Logo depois, uma repaginação com precisão militar da faixa “Take Me Back To Piauí” de Juca Chaves. Na seqüência, “Cosa Nostra”, na voz de Erlon Chaves, recebe uma honrosa homenagem ao rítmo de Jah!


Dê o play, macaco!
"[2004] Rainha do Dub"

1. Dubben - Rainha Do Dub (Djavan) (3:04)
2. Dubben - Cuba Cabana Strand (Juca Chaves) (6:46)
3. Dubben - Funky Duck (Erlon Chaves) (5:43)

###

Com apenas duas faixas, seu segundo disco apresenta virtuosismo e criatividade sem igual. Meu maior destaque vai para “Kollektoren Dub”, clássico de Wilson Simonal: “Colecionador de Amigos”. O resultado desta ousada idéia é fenomenal, tal versão agrada mais que a original! “Karameller”, reedição aditivada do clássico “Caramelos” do combo espanhol Los Amaya. Ligeiro e bom de mira!


Dê o play, macaco!
"[2005] Kollektoren Dub + Karameller"

1. Dubben - Kollektoren Dub (Wilson Simonal) (3:37)
2. Dubben - Karameller (Los Amaya) (3:05)

###

Pra findar sem mais detenças, o primordial “Resense 002”. Lançado pela gravadora Resense, é o segundo de uma série com os mais raros e distintos remixes do subúrbio europeu. Logo de cara, um pico de energia sensacional. “Heyyy!” é uma releitura acelerada de “Falador Passa Mal” dos Originais do Samba - seguindo acompanhada de um flow ao estilo Linton Kwensi Johnson. Na ultima reta, Jorge Ben é reverenciado sobre o conto do “Vendedor de Bananas”! Coisa linda de se ver, ouvir e aprender!


Dê o play, macaco!
"[2007] Resense 002"

1. Dubben - Heeyyy! (Originais do Samba) (3:30)
2. Dubben & Fitta - Dubbicho (4:37)
3. Dubben - Dubben Goes Bananas (Jorge Ben) (4:00)

 
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES POR EMAIL!

Inscreva seu email para receber nossas atualizações. Garantimos bom conteúdo e nenhum spam!

QUERO FAZER PARTE DO TIME!
Você escreve e quer publicar aqui suas resenhas sobre música? Faça parte do nosso time de colaboradores! Clique aqui para entrar em contato.
ENCONTROU ALGUM LINK QUEBRADO?
Clique aqui para nos informar sobre links quebrados ou qualquer erro ocorrido. Agradecemos e tentaremos corrigí-los o quanto antes.

FACEBOOK

Fique sempre atualizado

Queremos te manter informado! Inscreva aqui seu email e passe a receber automaticamente as nossas atualizações e novidades em sua caixa de entrada!