DAISUKE TANABE: BEFORE I FORGET

por pitera em

D

aisuke Tanabe, é um produtor de Chiba, Japão. Também viveu e trabalhou em Londres por alguns anos, e está atualmente vivendo em Tóquio, onde reúne suas obras musicais. Inicialmente caminhou pela sonoridade  sintética da música eletrônica: techno, breakbeat e afins. Por ora, tem desenvolvido seu próprio estilo de produção, criando um som distinto entre o hip hop, jazz, electro e downtempo. Com esmero, Daisuke embrenha-se nos vastos e inspiradores jardins do gênero "ambient". A natureza que inspira e surpreende o homem à cada instante, entra aqui, em simbiose com a música. Em "Before I Forget", o produtor faz uma reverência grandiosa, digna de um oriental, que sustenta tal relação com paciência, sutileza e beleza. Declaro abertos os portões destes jardins musicados por Daisuke para visitantes que esperam tranquilizar-se num passeio harmonioso, figurado por planos cromáticos, difusos e cósmicos.

As raízes da música ambient remetem ao início do século vinte. Neste período que abrange o pré e o pós-guerra, o Futurismo e o Dada nasceriam e incentivariam a experimentação com várias formas musicais (e não musicais), rejeitando os estilos convencionais presos pelas amarras da tradição. Brian Eno é creditado como criador do termo "Ambient Music" (em meados da década de 1970) para referir-se a música que, como ele reafirma, pode ser "ativamente ouvida com atenção ou tão facilmente ignorada, dependendo da escolha do ouvinte", e que transita sob o "limite entre melodia e textura".

Contudo, manifestar-se com indiferença perante à uma obra como "Before I Forget" é no mínimo uma tarefa árdua. A escolha da palavra "ambient" pelo próprio Eno tem como base o termo latino "ambire", ou seja, "cercar". A intenção de sua escolha era justamente descrever uma música que cria uma atmosfera, colocando o ouvinte em um estado de espírito diferente, rodeado por completo. Neste propósito Daisuke é mestre. Peças são criadas com a paciência e a perspicácia de quem cultiva um bonsai, fazendo do álbum uma experiência surpreendente. Melodias e texturas tocam à fundo e dão vida à universos minuciosos, de formas magníficas. A premissa criativa, oriunda do labor deste produtor nipônico, é alcançada com fulgor: o desígnio destes universos é concretizado com clarões que fazem jus à gênese de corpos celestiais. Vale o Play!


Dê o play, macaco!
"[2010] Before I Forget"

1. Daisuke Tanabe - In (0:59)
2. Daisuke Tanabe - Deer Drop Forest (3:45)
3. Daisuke Tanabe - Vestige (4:22)
4. Daisuke Tanabe - Sigh (3:31)
5. Daisuke Tanabe - Myslee (3:16)
6. Daisuke Tanabe - My Fish (3:28)
7. Daisuke Tanabe - Brown Station (3:23)
8. Daisuke Tanabe - Danceman (1:59)
9. Daisuke Tanabe - Little Funny Fat (6:09)
10. Daisuke Tanabe - Wonder Lander (2:19)
11. Daisuke Tanabe - Kof (6:17)
12. Daisuke Tanabe - Artificial Sweetener (4:00)
13. Daisuke Tanabe - Kanon (2:21)
14. Daisuke Tanabe - No Answer (feat. Monday Michiru) (5:17)
15. Daisuke Tanabe - Out (0:54)

 
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES POR EMAIL!

Inscreva seu email para receber nossas atualizações. Garantimos bom conteúdo e nenhum spam!

QUERO FAZER PARTE DO TIME!
Você escreve e quer publicar aqui suas resenhas sobre música? Faça parte do nosso time de colaboradores! Clique aqui para entrar em contato.
ENCONTROU ALGUM LINK QUEBRADO?
Clique aqui para nos informar sobre links quebrados ou qualquer erro ocorrido. Agradecemos e tentaremos corrigí-los o quanto antes.

FACEBOOK

Fique sempre atualizado

Queremos te manter informado! Inscreva aqui seu email e passe a receber automaticamente as nossas atualizações e novidades em sua caixa de entrada!