MIGUEL DE DEUS: BLACK SOUL BROTHERS

por pitera postado

Miguel de Deus é um dos músicos mais versáteis dos anos 70, e ao mesmo tempo menos conhecido do grande público. Miguel nasceu em Ilhéus, na Bahia. Já morando no Rio de Janeiro em meados de 1969, formou a banda Os Brazões que explorava as influências africanas na música e na maneira de vestir e dançar. A banda fazia uma mistura de rock e psicodelia com elementos da música brasileira e africana e chegou a acompanhar Gal Costa em uma de suas turnês no final dos anos 60. Em 1974, Miguel de Deus criou a banda Assim Assado, muito bem inspirado no grupo Secos e Molhados. Em 1977, Miguel de Deus criou talvez o LP mais obscuro da black music setentista brasileira, o disco: "Black Soul Brothers". Convidado pela gravadora Copacabana para registrá-lo, o disco é exercício glorioso do movimento black brasileiro. Ilustrado por um poderoso cabelo black power na capa, Miguel registrava naquele momento a sua verdadeira faceta, essa que esteve presente sempre em todas as fases musicais que desfrutou. Envolto no mais puro clima de festa, Miguel de Deus gravou Black Soul Brother exatamente como quem fazia parte da música pela festa, e não o contrário.

Tudo soa magicamente solto e avesso a qualquer amarra caricatural ou poses: não é o vocal principal o maior primor técnico do disco, mas a espontaneidade com o qual solta e exterioriza bordões e pregações em nome do black e do soul. Assim ocorre com "Cinco Anos", e até em uma nova versão de "Pedaços", a mesma presente no disco da banda Assim Assado. Miguel não teve medo de transformar o maroto samba rock em funk rasgante, com espontâneos vocais e aquele climão.

O disco caminha por vários momentos de descontração, com melodias tão pop e letras tão tortas, vocais pregando e cantando e sacolejando (em "Mister Funk" e "Flaca Louca"), até o ápice da faixa-título adentrar os ouvidos: "Black Soul Brothers" são os três minutos mais empolgantes e explosivos de todo o fantástico registro de Miguel de Deus. Harmoniosas backing-vocals movem o som que não nasceu para outra coisa a não ser para o que realmente nasceu: embalar! Esse LP tornou-se item de colecionador e seu valor no mercado de usados sobe a cada ano. A maioria dos exemplares remanescentes já foram levados para fora do país por japoneses ou europeus que literalmente piram com o som e soul de Miguel de Deus. Se liguem nessa Pedrada!



Dê o play, macaco!
Download | Discogs

1. Miguel De Deus - Cinco Anos (4:51)
2. Miguel De Deus - Pedaços (4:04)
3. Miguel De Deus - Mister Funk (3:22)
4. Miguel De Deus - Flaca Louca (3:51)
5. Miguel De Deus - Black Soul Brothers (2:55)
6. Miguel De Deus - Lua Cheia (4:37)
7. Miguel De Deus - Pode Se Queimar (4:09)
8. Miguel De Deus - Fabrica De Papeis (4:30)

2 comentários:

 
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES POR EMAIL!

Inscreva seu email para receber nossas atualizações. Garantimos bom conteúdo e nenhum spam!

QUERO FAZER PARTE DO TIME!
Você escreve e quer publicar aqui suas resenhas sobre música? Faça parte do nosso time de colaboradores! Clique aqui para entrar em contato.
ENCONTROU ALGUM LINK QUEBRADO?
Clique aqui para nos informar sobre links quebrados ou qualquer erro ocorrido. Agradecemos e tentaremos corrigí-los o quanto antes.

FACEBOOK

Fique sempre atualizado

Queremos te manter informado! Inscreva aqui seu email e passe a receber automaticamente as nossas atualizações e novidades em sua caixa de entrada!